Chris Brown admite ter pensado em suicídio após agressão a Rihanna: “Me senti um monstro”

Chris Brown está preparando o lançamento de um documentário sobre sua vida e nem mesmo o ocorrido episódio de agressão à Rihanna. Em um trailer liberado pelo TMZ nesta segunda-feira (18), Brown relembrou toda a polêmica que mudou para sempre sua vida e sua carreira.
Eu fui direto do topo do mundo, com singles em 1º lugar e considerado o queridinho da América, para o inimigo nº1 do público”, considerou a voz de “Forever”. Na sequência, ele fala sobre uma ideia perturbadora que lhe surgiu na época: “Me senti um mostro. Pensei em tudo. Até em suicídio”. Ainda no trecho liberado, a mãe de Chris, Joyce Hawkins, também lamenta o ocorrido: “foi o pior dia da minha vida, e provavelmente da vida dele”. Assista:


Chris Brown agrediu Rihanna em fevereiro de 2009, se declarando culpado em junho do mesmo ano. Na ocasião, o astro foi condenado a cinco anos de liberdade condicional, sendo submetido a 180 dias de serviço comunitário e um ano de participação em programa de violência doméstica. O polêmico documentário ainda não teve sua data de estreia divulgada.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.